You are here

Como Pedir uma Ordem de Pensão Alimentícia para Menores em um Processo de Ordem de Proteção 209A

produzido por Massachusetts Law Reform Institute (Instituto de Reforma Legal de Massachusetts)
Revisado Abril de 2021

A pessoa abusiva é o "réu".

O que fazer após ajuizar uma petição de uma ordem de prevenção de abuso/ordem de restrição?

Entregue a petição completa e assinada e os outros formulários ao escriturário no juízo. Isso se chama "ajuizar a petição".

O Departamento de Liberdade Condicional verificará se o réu tem um histórico penal. Eles também buscarão saber se a pessoa abusiva tem qualquer outra ordem judicial contra eles. Após o Departamento de Liberdade Condicional realizar a verificação, o escriturário encaminhará seus formulários e as informações do Departamento de Liberdade Condicional à sala do juízo.

Você conversa com o juiz na sala do juízo

O que acontece na sala do juízo?

O juiz conduz a audiência. Eles leem a sua petição e sua declaração juramentada. Eles podem fazer perguntas.

Diga ao juiz por que precisa de uma ordem de prevenção de abuso/ordem de restrição. Fale sobre os fatos que escreveu na sua declaração juramentada. Mostre ao juiz qualquer relatório policial, registro médico ou foto do abuso que levou você ao juízo.

Se um advogado estiver presente na audiência com você, o juiz pode permitir que o advogado fique ao seu lado enquanto fala. O juiz pode fazer perguntas ao advogado sobre a sua ação.

Observação:

A 1a audiência é chamada "audiência inaudita altera parte." "Inaudita altera parte" significa que o réu não está presente na audiência, ou seja, a outra parte não foi ouvida.

O que o juiz pode fazer em uma audiência sem a presença do réu?

Na audiência inaudita altera parte o juiz pode fazer 3 coisas:

  1. Emitir sua ordem de prevenção de abuso e agendar uma 2a audiência. Sua ordem só será válida por 10 dias úteis e a 2a audiência será marcada para a data em que a ordem terminar.
  2. Decidir que precisa ouvir o réu antes que possa tomar uma decisão. O juiz marca uma a 2a audiência dentro de 10 dias úteis. 
  3. Recusar sua petição. Se o juiz recusar sua petição, o juízo não enviará qualquer informação sobre sua petição ao réu.

O que acontece se o juiz conceder a ordem?

Se o juiz decidir conceder uma ordem de prevenção de abuso sem a presença do réu, ele(a):

  1. Agendará uma 2a audiência dentro de 10 dias úteis.
  2. Ordenará que o réu "seja oficialmente notificado" e receba uma cópia da ordem.
  3. Entregará a ordem judicial ao escriturário. O escriturário entregará cópias da ordem a você antes que saia do fórum.

Leia a ordem antes de sair do fórum. Verifique se as informações na ordem estão corretas. Se encontrar algum erro, volte ao escriturário e explique o que está errado. Se o escriturário não puder corrigir o erro, será necessário voltar ao juiz para que a ordem seja corrigida.

Consulte um exemplo de Ordem de prevenção de abuso - página 1, página 2.

Mantenha uma cópia da ordem com você em todos os momentos. Você precisa da ordem para que possa mostrar à polícia se a pessoa abusiva fizer algo contra a ordem.

Se a ordem indicar que o réu deve permanecer longe do seu trabalho, da escola dos seus filhos ou do seu local de culto religioso, entregue uma cópia da ordem a esses locais.  Mantenha cópias extras da ordem em lugares importantes, como no seu carro, com sua babá, com os médicos dos seus filhos, na casa de amigos, na casa dos seus pais etc.

Se você perder sua cópia da ordem, precisará voltar ao mesmo juízo e solicitar outra cópia.

O que acontece após eu receber a ordem inaudita altera parte?

O escritório do escriturário entrega uma cópia da ordem à polícia. A polícia entregará uma cópia da ordem ao réu. Isso se chama "notificar oficialmente" ou "citar".

Observação

A ordem não entra em vigor até que a polícia "notifique oficialmente" o réu entregando-lhe uma cópia. A polícia pode levar algum tempo até localizar o réu. A polícia deve informar a você quando a ordem tiver sido entregue ao réu. Verifique com a polícia se não receber uma mensagem deles dentro de algumas horas. 

Se a sua ordem indicar que o réu deve sair da sua casa, a polícia fará a notificação oficial e aguardará até que ele saia. Se o réu precisar pegar itens pessoais em casa, eles podem agendar um dia para voltarem à casa com a polícia para levar somente os próprios pertences, como roupas ou medicamentos.

Se eu já tenho minha ordem inaudita altera parte, por que preciso voltar ao fórum tão cedo para uma segunda audiência?

A segunda audiência oferece ao réu a oportunidade de contar ao juiz o lado dele da história.

A ordem que o juiz concedeu como ordem inaudita altera parte é válida somente por 10 dias úteis. A 2a audiência será marcada para a data em que a ordem inaudita altera parte termina. Essa 2a audiência é chamada "audiência de 10 dias".

Você deve voltar ao fórum para a audiência de 10 dias se quiser que sua ordem de prevenção de abuso seja prorrogada.

O que eu posso fazer se o juiz não conceder a ordem inaudita altera parte?

Se o juiz não conceder sua ordem de prevenção de abuso, converse com um advogado sobre o que pode fazer para apelar à decisão do juiz.

criado Maio de 2012

Es probable que no recibirá manutención del niño la primera vez que vaya a ver al juez. El tribunal le dará la fecha de una segunda audiencia. Esta audiencia se llama la audiencia del “décimo día” o audiencia “de extensión”.

Si usted pidió manutención del niño, el juez le debe marcar la casilla 13 en el Formulario para ordenar la prevención de abuso.  La casilla 13 le dice al demandado que la próxima audiencia incluirá la manutención del niño. También dice que él o ella debe llevar su información financiera al tribunal cuando vaya para la audiencia.

Vea un ejemplar del formulario para ordenar la prevención del abuso.

¿Qué pasa durante la segunda audiencia, la audiencia del “décimo día” o “de extensión”?

Durante la audiencia del “décimo día” o “de extensión”, el juez escuchará ambos lados. Explique por qué necesita una orden de protección. Dígale al juez exactamente por qué necesita todo lo que ha pedido.

Dígale al juez por qué necesita manutención del niño como parte de la orden de protección 209A.  Algunas razones por la que necesita manutención del niño son:

  • No tiene dinero suficiente para cuidar de sus niños independientemente;
  • Necesita manutención del niño ahora para poder cuidar de sus hijos y para estar seguros;
  • Los niños necesitan la manutención ahora;
  • Se tomará demasiado tiempo para obtener una orden de manutención del niño si abre un caso completamente nuevo;
  • No está seguro/a en este momento si va a pedir un divorcio o no;
  • Piensa que no es seguro volver a citar al demandado al tribunal para pedir manutención del niño;
  • Se le hace difícil llegar al juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia donde presentó un caso separado de manutención del niño,
  • No tiene los recursos para tomar días libres del trabajo o para conseguir a alguien que le cuide a sus niños para presentar otro caso distinto en el tribunal y obtener la manutención del niño.

Si el juez está de acuerdo y ordena la manutención del niño, revisará los documentos del tribunal para decidir cuánta manutención ordenar. El juez mirará:

  1. La declaración jurada del demandante respaldando la petición de la orden de manutención del niño
  2. La declaración jurada del demandado en conexión con la petición de la orden de manutención del niño y
  3. los documentos financieros que el juez pidió que trajera el demandado a la audiencia. Estos documentos se listan al lado de la casilla 13 en el Formulario para ordenar la prevención de abuso

¿Cómo me puedo fijar si el juez puso la manutención del niño en la orden?

El juez marca las casillas de manutención del niño al lado de la Casilla 9 de la sección A de la orden para la prevención de abuso.

¿Cómo puedo lograr que el Departamento de Hacienda obtenga la manutención del niño?

Si usted quiere que el Departamento de Hacienda (Department of Revenue DOR/CSE) obtenga la manutención del niño del patrón del demandado y se lo envíe a usted:

  1. pídale al juez que marque la primera casilla en la sección 9 de la orden para la prevención de abuso, la parte de la orden de protección que se trata de la manutención del niño;
  2. Además, usted puede rellenar la Aplicación para Servicios para la ejecución de manutención del niño del DOR
    1. La aplicación tiene un lugar donde puede poner su nombre y dirección para que el DOR/CSE sepa a dónde enviar la manutención del niño,
    2. Asegúrese de leer la sección sobre la Divulgación de información en la página 4 de la aplicación,
    3. En la sección 5 de la aplicación, le puede decir al DOR sobre la orden de protección y sus inquietudes sobre su seguridad, incluyendo la preocupación de dar su dirección;
  3. Haga copias de cada documento para sus propios archivos;
  4. Envíe la aplicación y una copia de la orden judicial a:

Massachusetts Department of Revenue
Child Support Enforcement Division, P.O Box 7057
Boston, MA 02204.

¿Qué puedo hacer si voy al tribunal de distrito y el juez me dice que vaya al juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia para obtener la manutención del niño?

Algunos jueces de los tribunales de distrito piensan que no deben ordenar manutención del niño. Algunos jueces piensan que ordenar manutención del niño es el trabajo del juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia. Algunos jueces le dirán que vaya al juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia para obtener la manutención del niño.

Para que esto no le pase, recuérdale al juez de lo siguiente, siempre y cuando se pueda aplicar a su situación:

  • La Directriz 2:07, p. 45 y la Directriz 6:05B, p. 128 de las Directrices para la prevención de abuso dicen muy claramente que los demandantes buscando la protección del tribunal de distrito y el tribunal municipal de Boston (usted) no se deben enviar al juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia para obtener manutención del niño.
  • Si no está casado/a con el demandado, puede que no haya ninguna razón por la cual presentar un caso en el juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia.
  • Si usted está casado/a con el demandado, es posible que pedir el divorcio o la separación no sea lo mejor para usted en este momento. El juez le puede pedir que explique por qué no está listo para divorciarse. Asegúrese de tener una respuesta a esta pregunta.
  • Explique que usted y sus hijos estarán más seguros si pueden obtener la orden de manutención ahora. Así, no tendrá que contactar al abusador por un tiempo. Explique que no se siente segura enfrentando al abusador otro día más en otro tribunal. Es un tiempo de crisis y necesita que ordenen la manutención del niño ahora. Necesita tiempo para pensar y decidir el próximo paso que sea el más seguro para usted y sus hijos.
  • Los casos de manutención en el juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia se tardan demasiado tiempo. Si tiene que ir al juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia, puede que se tarde demasiado para obtener una audiencia y necesita la manutención ahora.
  • Presentar un caso de divorcio o manutención en el juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia cuesta mucho dinero y usted no tiene dinero.
  • Es muy difícil llegar al juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia más cercano.
  • Para solicitar manutención en el juzgado de tutela, sucesiones y relaciones de familia, necesita tomar tiempo libre del trabajo y no puede hacerlo y seguir manteniendo a sus hijos.
produzido por Attorney Jeff Wolf for MassLegalHelp
Revisado August 2013

A obtenção de pensão alimentícia para um menor como parte de uma ordem de proteção 209A é uma decisão importante. Pode ajudá-la a manter você e seu filho(a) em segurança. Mas só você pode decidir se precisa de pensão alimentícia para menores para manter você e seus filhos em segurança. Apenas você pode decidir se é seguro para pedir pensão alimentícia para seu filho(a) como parte da sua ordem 209A.

Se precisar que a pensão para seu filho seja incluída na sua ordem de proteção 209A, você vai ter que:

  1. Decidir em que tribunal vai solicitar pensão alimentícia para seu filho(a) como parte da ordem 209A.
  2. Decidir se você quer que a Divisão Responsável pela Pensão Alimentícia para Menores da Receita Estadual (Department of Revenue Child Support Enforcement Division - DOR/CSE) receba a pensão para você.
  3. Marque o quadrado 7 na página 1 da Petição de Proteção de Abuso e preencha os formulários extras que tiver que preencher.
  4. Saiba que o juiz provavelmente não vai conceder pensão alimentícia para seu filho na primeira audiência. A primeira audiência é aquela na qual você vai ao tribunal para uma ordem de emergência e o acusado ainda não sabe a respeito do processo. Você terá que retornar para uma segunda audiência, uma audiência de "10 dias" ou de "extensão".
  5. Na segunda audiência esteja preparada para explicar por que você precisa de pensão alimentícia para seu filho
  6. Saiba o que dizer se o juiz falar para você se dirigir a outro tribunal.

Como uma ordem de pensão alimentícia para menor 209A me ajuda a estar segura? 

A obtenção de uma ordem de pensão para seu filho na ordem 209A pode ajudar você e seu filho a estarem seguros porque:

  • vai ajudar você a cuidar do(s) seu(s) filho(s) por conta própria;
  • vai ajudar você a pagar pelas coisas que seus filhos precisam por causa do abuso/agressão;
  • vai ajudar você a obter a pensão mais cedo do que por meio de um processo de pensão alimentícia separado;
  • você não vai ter que enfrentar o agressor em outro processo de pensão alimentícia para menor;
  • o agressor não terá permissão para entrar em contato com você para discutir pensão alimentícia;
  • O DOR/CSE (Receita Estadual) pode receber a pensão do agressor em seu lugar -
    • o agressor pode pagar a pensão ao menor pelo DOR/CSE ou;
    • o empregador do agressor pode descontar a pensão do salário dele e enviar ao DOR/CSE, e;
  • o agressor não precisa saber onde você está.

A qual tribunal devo ir?

Qualquer tribunal que trata de processos 209A pode conceder pensão alimentícia para menor em um processo de ordem de restrição 209A. Tribunais Distritais, Tribunais Municipais de Boston e Varas de Famílias tratam de processos 209A. Se você tiver tempo para decidir a que tribunal ir, pense sobre:

  • Qual tribunal é o mais seguro para você;
  • Qual tribunal é o mais conveniente para você;
  • Varas de Família podem pedir para você documentação mais complicada e;
  • O que dizer se o juiz de um Tribunal Distrital ou Municipal de Boston lhe disser para ir a uma Vara de Família para obter pensão alimentícia para seu filho.

De quais formulários eu preciso?

Quando você pedir pensão alimentícia para menor com uma ordem 209A usará os mesmos formulários que usa para uma ordem 209A e alguns outros. Os formulários que você precisa são:

  1. Página 1 Petição de Proteção de Abuso (G.L. c. 209A),
  2. Página 2 Petição de Proteção de Abuso (G.L. c. 209A) Assuntos Relacionados a Menores,
  3. Formulário de Informações Confidenciais do Querelante,
  4. Formulário de Informações do Acusado,
  5. Declaração do Querelante em Apoio à Petição para Ordem de Pensão Alimentícia para Menor,
  6. a Planilha Guia de Pensão Alimentícia para Menores,
  7. Esevocê der entrada em uma Vara de Famílias, talvez você precise de:
    1. Declaração Financeira,
    2. Moção de Repúdio e Declaração.

Para que servem estes formulários?

Página 1 Petição de Proteção de Abuso (G.L. c. 209A)
A Seção J do formulário afirma, "Sendo assim, solicito ao tribunal". Marque todos os quadrados para informar ao tribunal do que você precisa. Se precisar de pensão para o seu filho, marque o quadrado 7. O quadrado 7 indica ao juiz que você também está preenchendo a página 2 do formulário de Petição. A página 2 refere-se aos seus filhos.

Página 2 Petição de Proteção de Abuso (G.L. c. 209A) diz "Assuntos Relacionados a Menores" no início. Para solicitar pensão para menor, marque o quadrado na seção F. PENSÃO TEMPORÁRIA. A seção F está no fim da página. Veja um modelo de página 2. O quadrado na seção F que solicita pensão temporária está marcado.

Declaração do Querelante em Apoio à Petição para Ordem de Pensão Alimentícia para Menor
Você é o querelante. A pessoa que comete abusos é o acusado.
Use esse formulário para informar o juiz sobre o que ele ou ela precisa saber a respeito de sua renda, da renda do acusado e dos seus gastos.
Esta declaração de pensão para menor é nova em 2012. Ao assiná-la, você está jurando que se trata da verdade.

Formulário de Informações Confidenciais do Querelante Use esse formulário para fornecer informações pessoais ao tribunal, como seu endereço e telefone, e para mantê-las protegidas do acusado. 

Formulário de Informações do Acusado Use esse formulário para informar a polícia como encontrar e identificar o agressor.

Planilha Guia de Pensão Alimentícia para Menores
Os juízes devem seguir regras na hora de decidir o valor da pensão alimentícia. Essas regras são chamadas de Guia de Pensão Alimentícia para Menores. Os juízes usam a Planilha para calcular o valor da pensão, conforme a Guia. Na planilha, o pai que paga a pensão para o menor é o "pagador". Se seu filho mora com você e é você quem irá receber a pensão para o menor, você é o "receptor".
No fim do formulário você pode ler as palavras, Tabela Guia para Pensão Alimentícia para Menores. Esta tabela mostra a "quantia combinada de pensão" que deve ser inserida na linha 2(a) da Guia. A planilha on-line calcula este número para você automaticamente.

Declaração Financeira - apenas se der entrada ao processo na Vara de Famílias.
Se você abriu seu processo de ordem de restrição 209A em uma Vara de Famílias, talvez tenha que preencher uma Declaração Financeira também. Veja Como Preencher uma Declaração Financeira. O acusado também teria que preencher uma Declaração Financeira.

Para evitar que o acusado obtenha informações que coloquem a sua segurança em risco:

  • Não inclua seu endereço, número de telefone, nem o nome, endereço ou telefone do seu empregador na Declaração Financeira.
  • Talvez você tenha que manter outras informações na Declaração Financeira sob sigilo também. Dê entrada a uma Moção de Repúdio e Declaração para pedir ao juiz para impedir que o acusado tenha acesso a outras informações.

Aprenda o básico sobre as ordens de proteção 209A.

Veja alguns modelos de formulários já preenchidos:

Precisa de ajuda? Ligue:

Hotlines
Se você estiver em perigo, ligue 911.

Se você não estiver em perigo, ligue para SafeLink 1-877-785-2020, a hotline de violência doméstica de Massachusetts, ou

Casa Myrna Vasquez  1-800-992-2600.

Ambas as discagem são gratuitas. Estas organizações podem informá-la e ajudá-la a conhecer suas opções. Também podem auxiliá-la na criação de um plano de segurança para você seguir quando estiver preparada.

Encontre Auxílio Legal

Você pode ter direito a assistência jurídica gratuita do programa de auxílio jurídico de sua vizinhança.
Se precisa de um advogado de graça, Encontre Auxílio Legal

Help us improve MassLegalHelp!

Take a short survey to tell us what works and what is missing.